VILA FINALIZA HOJE PREPARAÇÃO PARA ENFRENTAR O PAYSANDU

VILA FINALIZA HOJE PREPARAÇÃO PARA ENFRENTAR O PAYSANDU
(Foto: Comunicação Vila Nova / Douglas Monteiro)

A delegação colorada já está em Itumbiara, onde enfrenta amanhã (15), o Paysandu-PA, pela 14ª rodada da Série B, no Estádio Juscelino Kubitschek, às 16:30. O encerramento da preparação acontece hoje no local da partida, e o técnico Hemerson Maria definirá como entrará o time para enfrentar o time paraense.

Para esse compromisso, o comandante colorado contará com o retorno do volante PH que estava suspenso, na vitória de três a dois diante do Paraná Clube na última terça feira. O jogo de amanhã diante do Paysandu, será o primeiro a ser cumprido da punição imposta pelo STJD(Superior Tribunal de Justiça Desportiva), dos quatro impostos. As outras três partidas acontecerão no estádio Serra Dourada, com portões fechados para o torcedor. Para esse confronto diante do Paysandu, o técnico Hemerson Maria confia num time forte e também no apoio do torcedor.

“Eu teria todos os motivos aqui, para estar lamentando, mas eu sempre prego pros meus atletas e é uma filosofia que eu tenho de vida, que às vezes nós somos colocados para ultrapassar barreiras, pra saber se nós realmente queremos alcançar nossos objetivos. É mais uma prova que o Vila vai ter de superação e pra passar por isso, eu tenho certeza que nós vamos contar com o apoio do nosso torcedor. Não vamos estar jogando dentro do Serra Dourada, mas eu tenho certeza que o torcedor do Vila irá nos acompanhar onde quer que nós estejamos, levando seu apoio e incentivo.”

O Vila Nova vinha sofrendo com o departamento médico cheio, poucas opções para alterações e mesmo assim, se mantendo na parte de cima da tabela, e praticamente toda a competição entre os quatro primeiros. Com o passar das rodadas, o técnico Hemerson Maria foi ganhando opções, com jogadores se recuperando e sempre otimista com os “reforços internos” que ganharia na sequência da competição, já que é assim que tratava os jogadores do Departamento Médico. Hoje, praticamente todo o elenco está à disposição e o comandante colorado destaca qual é o segredo do time que comanda.

“Trabalho, muito trabalho. Muito comprometimento dos atletas, muita disciplina tática e, sobretudo, um ambiente que está sendo criado aqui. Realmente é um ambiente de trabalho muito bom, temos muito trabalho, confiança, os atletas se sentem acolhidos quando adentram o Onésio Brasileiro Alvarenga para trabalhar. Um fator importante é que todos se respeitam, desde o mais humilde funcionário até o presidente e é isso que estamos levando pra dentro de campo, esse respeito, essa amizade e estamos produzindo os resultados. Espero que isso continue até o fim do ano, que tenho certeza que conseguiremos alcançar nosso objetivo principal.”

Na vitória da última rodada, o comandante colorado optou por utilizar o então lateral esquerdo Gastón Filgueira, como volante, na vaga de PH que estava suspenso e Mateus Muller ganhou a condição de titular na lateral. O Tigrão venceu a partida, e o técnico Hemerson Maria ficou satisfeito com o comportamento do time nesse setor, e esclareceu que não considera como improviso, o fato de Gastón atuar como volante e que não vê problema em repetir essa situação no decorrer da competição.

“Não trato como improviso porque como todos sabem, eu trabalhei no Fortaleza no início desse ano, e lá, o Gastón tinha sido contratado como volante. Outra situação foi quando eu estava no Joinville na temporada passada, nós enfrentamos o Náutico-PE e lá, o Gastón estava como volante e o Mateus Muller como lateral esquerdo, então não é improvisação, principalmente pelo fato dos dois já se entenderem naquele setor. Foi uma alternativa que criamos aqui, já que o PH estava suspenso e o campeonato é muito longo, então temos que ter alternativas e fiquei muito satisfeito com as atuações dos dois no jogo diante do Paraná.”

Sempre que é perguntado sobre times que tem possibilidade de acesso, o técnico Hemerson Maria destaca que esse ano, mais de dez times tem condições de brigar por uma das quatro vagas. Segundo o comandante técnico do Tigrão, o Paysandu-PA é um desses times com essa possibilidade de chegar a elite do Campeonato Brasileiro e prega muito respeito ao adversário deste sábado.

“O Paysandu é uma dessas equipes que eu considero como credenciadas a brigar por uma das quatro vagas de acesso, mesmo estando um pouco longe do G-4 nesse momento, mas o campeonato só passou do primeiro terço agora, ainda temos mais vinte e cinco rodadas. Eu acredito que para enfrentar nosso time, eles virão com uma postura de marcação forte, explorando os contra ataques, nos marcando da intermediária pra trás e querendo um erro nosso para que aproveitem as velocidades de seus atacantes. São muito fortes na bola aérea, na falta frontal, principalmente com o Ayrton, enfim, é uma equipe de tradição e cabe a nós respeitá-los, mas, mesmo fora do Serra, impormos nossa filosofia de jogo, já estaremos dentro de casa.”

Após o Paysandu, o Vila Nova enfrentará os seguintes times, terminando os jogos de ida da Série B: Santa Cruz-PE fora de casa, Internacional-RS no Serra Dourada com portões fechados, Figueirense-SC em Florianópolis, o Náutico-PE no Serra Dourada também com portões fechados e o Londrina fora de casa.

 

#PazNoFutebol

 

Paulo Massad / Assessoria de imprensa