Postado em: 05/01/2022 às 16h25

Preparador físico destaca principais pontos da primeira pré-temporada pós pandemia

Leonardo Bassotto conta como é a preparação após duas temporadas disputadas sem intervalo

Publicado por Núbia Alves, da Assessoria de Imprensa VNFC

Preparador físico destaca principais pontos da primeira pré-temporada pós pandemia
Foto: Núbia Alves/Vila Nova F.C.

A pandemia de Covid-19 proporcionou desafios em todo o mundo, inclusive no futebol. Em semana de reapresentação no Vila Nova, o preparador físico Leonardo Bassoto destacou quais os principais pontos de uma preparação após duas temporadas disputadas seguida uma da outra. Em entrevista coletiva, o profissional detalhou quais os tipos de trabalho a serem feitos e quais as prioridades no condicionamento físico dos atletas visando as competições de 2022.

"Fisiologicamente, seis semanas seria o período ideal para estrear dentro de uma competição. E um outro agravante que temos no calendario é não só o curto período de preparação, mas o acúmulo de jogos no início da temporada. Não conseguimos continuar o processo de preparação. Esse formato de calendário congestionado requer muito mais cuidado e estratégia que não conseguimos aplicar de forma coletiva, mas individualizada, dependendo da minutagem de jogo de cada jogador", disse.

Sobre os cuidados que os atletas tiveram nas férias, Leonardo contou que a estratégia utilizada foi a de deixar somente uma semana livre para os atletas e depois orientar e monitorar o trabalho realizado. "Seguimos um protocolo ao final da Copa Verde e deixamos uma semana para os atletas ficarem mais à vontade, livre de exercícios. E a partir da segunda semana, nós do departamento de performance, entramos em contato com cada  atleta e indicamos o trabalho. Dentro dessa indicação do trabalho, levamos em consideração cada equipamento e espaço que cada um tinha", pontuou.

Sem dúvidas, o principal objetivo deste retorno aos treinamentos é a prevenção de lesões musculares, já que a carga e intensidade de trabalho aumentam drasticamente. "O que mais nos preocupa nesse momento é lesão, porque os atletas vêm de um período de exercicios de baixa intesidade, com uma carga muito inferior a que vamos expor os jogadores nesse período de pré-temporada. Vamos tentar não exceder o limite que cada um suporta", finalizou.

O Vila Nova tem quatro competições pela frente em 2022: Campeonato Goiano, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Verde. A estreia no Goianão está marcada para o dia 27 de janeiro, contra o Goiatuba, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, às 20h30.

Compartilhe

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir