Hugo Jorge Bravo assume a direção de futebol

Postado em: 12/08/2019 às 15:49

Hugo Jorge Bravo assume a direção de futebol
(Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova F.C.)

O presidente executivo Ecival Martins apresentou na manhã de hoje (12), o novo diretor de futebol do clube, após o desligamento de Sidiclei Menezes no último sábado. Depois de mais uma derrota na Série B, na última sexta-feira para o Operário-PR fora de casa, o então diretor de futebol acabou colocando seu cargo à disposição e poucas horas depois, Hugo Jorge Bravo que é presidente do conselho deliberativo do clube e já foi diretor de futebol em outras duas oportunidades, aceitou o convite. Antes da entrevista coletiva acontecer, Ecival Martins fez um pronunciamento para falar da saída de Sidiclei e o agradecer pelos serviços prestados e também da volta de Hugo para essa função.

-Bom dia, estamos aqui para primeiramente anunciar a saída, o pedido de demissão do Sidiclei Menezes e gostaria de agradecer pela dedicação e alto grau de comprometimento. Infelizmente futebol tem essa situação e houve o desligamento dele no sábado, e logo em seguida, procuramos agir, pois é uma função vital no clube. Pensamos muito, refletimos e entendemos que a melhor opção para o Vila sob todos os aspectos, seria a vinda do Hugo Jorge Bravo, pela representatividade que ele tem, pelo comprometimento que tem com a instituição, pela experiência que tem, e é o executivo de futebol mais vitorioso do clube dos últimos vinte anos. Ele tem uma aceitação muito grande por parte da torcida e representa pra nós, um alinhamento em favor do Vila Nova – destacou Ecival.

Hugo Jorge Bravo foi diretor do Vila Nova em duas oportunidades, nos anos de 2013 e 2015, sendo que no último ano, o Vila foi campeão da Série C e consequentemente, conquistou a vaga de volta para a Série B do Brasileiro do ano seguinte. Em outra oportunidade, também chegou a ser diretor das categorias de base e em dado momento da entrevista coletiva, chegou a falar que o único resultado que não o agradou, foi justamente na base, quando o sub-20 não fez uma participação satisfatória na Copa São Paulo. Já como diretor do Profissional, além do título de 2015, conseguiu em 2013, o acesso também para a Série B de 2014. Após o pronunciamento do presidente, Hugo também falou, inicialmente sobre a licença que irá tirar da presidência do conselho.

-Primeiro dizer que a Deus, toda honra e toda glória, depois agradecer a oportunidade, nós hoje estamos na condição de presidente do conselho do clube e ao lado do presidente do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) e o presidente executivo, são as maiores autoridades do clube. Irei licenciar da presidência do conselho e conversar com o meu vice, o Décio Caetano para que ele assuma a função, já que tem uma visão empreendedora acima da média e uma capacidade apaziguadora também muito grande, ele conseguirá certamente, conduzir esse momento – ressaltou.

O Vila Nova vive um momento muito complicado na Série B, tem apenas 15 pontos em 15 jogos disputados e está à beira da zona do rebaixamento. O time colorado é o 16° colocado, com um ponto a mais do que o Vitória, que é o time a abrir a zona do rebaixamento, além disso, tem um jogo considerado confronto direto na próxima sexta-feira (16), diante do Guarani em Campinas-SP. Hugo Jorge Bravo destacou os motivos que o levaram a aceitar o convite para voltar a ser o diretor de futebol do clube e também como enxerga a situação de sua função, nesse período do ano.

A nossa intenção ao receber e aceitar o convite do presidente, é de quem gosta do clube e poder colaborar. A partir do momento que o presidente me ligou, me estendeu a mão, eu não poderia deixar de cumprimentar, segurar na mão dele e dizer que vamos tirar o Vila dessa. Não estou aqui por mim ou pelo Ecival, estou aqui pelo Vila Nova e gostaria de deixar claro que não há salvador da pátria, salvador é Jesus Cristo e depois, quem vai resolver por nós são os 11 jogadores dentro de campo. Minha função é trazer tranquilidade e suporte, estamos chegando no terço final da temporada, então é fazer alguns ajustes como as saídas de alguns jogadores e trazer um ou outro jogador com experiência – explicou Hugo.

 

#SerVermelho

Paulo Massad / Assessoria de imprensa