Vila Nova enfrenta Paraná logo mais em busca de vitória para deixar o Z-4

Postado em: 30/08/2019 às 11:23 - Modificado em 30/08/2019 às 11:26

Vila Nova enfrenta Paraná logo mais em busca de vitória para deixar o Z-4
(Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova F.C.)

O Vila Nova entra em campo no início da noite de hoje (30) para iniciar sua caminhada na metade final da Série B. A partida de hoje é diante do Paraná, na Vila Capanema em Curitiba-PR, às 19h15 e o time colorado busca a vitória para sair da zona do Rebaixamento da competição, já que é atualmente, o 17° colocado com 20 pontos conquistados. Foram apenas dois dias de treinos para essa partida, já que o Vila Nova empatou com o Cuiabá na última terça-feira, jogando no Estádio Olímpico. O último treino aconteceu ontem pela manhã e antes da atividade, o técnico Marcelo Cabo participou da entrevista coletiva do dia, e foi perguntado sobre trabalhar com pressão, levando em conta que o ano do Vila Nova não tem sido bom.

-Trabalhar no Vila Nova tem que saber suportar pressão, se está dentro do G-4 tem pressão pra não sair, se está próximo, tem pressão pra entrar, se está perto da zona do rebaixamento tem pressão pra não entrar e quando está no Z-4 tem a pressão pra sair. Como profissional todos aqui dentro estão preparados pra isso, se não quer pressão tem que trabalhar com outra coisa, no futebol tem que estar acostumado com isso. A gente sofre pressão em casa quando chegamos dos jogos, os comentários de familiares e amigos é uma forma de pressão. Você tem que saber administrar da melhor forma. Nossa bagagem diz que nesse momento temos que ter tranquilidade, silêncio e trabalho, assim sairemos dessa situação – ressaltou o técnico.

Na abertura da Série B, os dois times se enfrentaram e empataram por um a um jogando no Estádio Olímpico, o gol dos visitantes foi marcado nos minutos finais da partida. Para o confronto de hoje, o comandante colorado conta com praticamente todo o elenco, já que não tem nenhum atleta suspenso e apenas dois jogadores indisponíveis. O lateral direito Jeferson iniciou o trabalho de transição, recuperado de uma lesão muscular na coxa e o atacante Bruno Mezenga ainda vem fazendo apenas trabalhos de academia, já que se recupera de contusão no cotovelo direito. Sobre enfrentar o Paraná em Curitiba, o técnico colorado destacou os pontos fortes e estilo de jogo do adversário, mas se mostrou confiante em um bom resultado logo mais.

-É uma equipe muito difícil de ser batida dentro de casa, tem uma característica muito forte quando joga sob seus domínios. O Matheus Costa é um treinador que teve um acesso há dois anos com o Paraná, conhece bem o clube, tem uma equipe bem equilibrada, mais pra jovens do que pra jogadores experientes, tem uma dinâmica de jogo muito grande, intensidade grande de jogo até por ter jovens jogadores. E nós entendemos que é possível chegar lá, com todo respeito ao Paraná, e conseguir uma vitória, assim como foi diante do Brasil de Pelotas, Guarani e faltou pouco diante do Oeste. A equipe tem se portado muito bem fora de casa, o estilo de jogo já foi bem assimilado pelos jogadores, quando a gente sai pra enfrentar os adversários. Acredito que temos a capacidade de buscar a vitória diante do Paraná – analisou Marcelo Cabo.

#SerVermelho

Paulo Massad / Assessoria de imprensa