77, o ano da glória

Postado em: 29/07/2020 às 09:30

Hoje, 29 de julho, o Vila Nova Futebol Clube completa seus 77 anos de fundação. 77, inclusive, foi o ano que marcou o início de tempos de ouro do time, com a conquista da primeira estrela do Tetracampeonato Goiano, até então inédito no futebol do estado. E é sobre esse ano e este título a que o aniversário de 2020 do Tigre está dedicado.

 

Na época, os campeonatos estaduais pelo país eram o que movia o futebol, principalmente a nível regional e com o Campeonato Goiano não foi diferente. Uma curiosidade é que na ocasião o Goianão era disputado no final de cada ano. A campanha do Vila Nova começou diante do Mineiros, fora de casa, numa vitória por 2x0. No primeiro turno, foram 9 jogos, com 5 vitórias, 3 empates, uma derrota e a segunda colocação geral.

 

O timaço do Vila era comandado por João Francisco e tinha diversos craques, liderados por Roberto Oliveira, Zé Luís, Toninho Almeida e por Carlinhos, atacante responsável por fazer o gol no último jogo do quadrangular final e dar o título do campeonato a equipe colorada. No segundo turno, o Tigre da Vila Famosa caiu de rendimento, amargou a sexta colocação, mas suficiente para avançar ao quadrangular final, onde digladiou com Goiás, Goiânia e Rio Verde.

 

Esta etapa merece destaque especial. Logo no primeiro jogo de quadrangular, um embate contra o arquirrival Goiás. Em um confronto disputadíssimo, o Vila Nova, do histórico dirigente e presidente Cleomenes Reis, foi a campo como de costume. Na raça, perdia por 2 a 1 até a metade do segundo tempo, mas conseguiu reverter o placar com gols de Carlinhos (26’ 2T) e Toninho Almeida, este ao 41 da etapa final. Com o triunfo por 3 a 2, o Tigre conseguia o sprint final para o primeiro de quatro títulos em sequência.

 

Mas àquela altura, nem tudo estava decidido. Assim como o colorado, o Goiânia chegou à última rodada com vitórias sobre Rio Verde e Goiás. O último jogo do quadrangular seria a final. Até por conta de o Vila ter a vantagem do empate, foi o Galo quem começou para cima. Porém, o título teria mesmo que ser dos comandados por João Francisco. Aos 13 do segundo tempo, o Serra Dourada chegou ao delírio com bola alçada por Humberto Ramos direita. Carlinhos entrou livre e soltou uma bomba no canto direito para sacramentar o resultado: Vila Nova 1, campeão goiano de 1977, Goiânia 0.

 

Diante de toda grande conquista, alguém precisa limpar o caminho para o triunfo. Naquele ano, na partida final, os responsáveis por iniciar trilho de glória aos colorados foram: Jorge Vitório; Zé Luiz, Rafael, Jorge Fernandes e Sérgio Donizetti; Roberto Oliveira, Humberto Ramos e Toninho Almeida; Fernandinho, Carlinhos e Rangel; todos estes treinados por João Francisco. Ali, o Tigre goiano alcançou a primeira de quatro estrelas do inesquecível tetracampeonato goiano, o primeiro clube no estado a alcançar tal feito.

 

Por essas e outras, o Vila Nova é, há 77 anos, o Time do Povo. Neste 29 de julho, mais do que comemorar mais um aniversário de uma instituição tão importante para tanta gente, é preciso relembrar aqueles que participaram dos primeiros passos para que o clube chegasse no status atual. O Vila Nova Futebol Clube agradece e engrandece os campeões goianos de 1977 e parabeniza toda sua imensa torcida por amparar e tornar a nossa história cada vez maior.

 

Núbia Alves e Matheus Alves, da Assessoria de Imprensa VNFC