Na estreia de Márcio Fernandes, Vila Nova bate Santa Cruz fora de casa

Postado em: 19/12/2020 às 18:50 - Modificado em 19/12/2020 às 19:41

Na estreia de Márcio Fernandes, Vila Nova bate Santa Cruz fora de casa
(Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova F.C. )

O Vila Nova foi até o Estádio do Arruda, em Recife, enfrentar a equipe do Santa Cruz, pela segunda rodada do quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série C, e bateu a equipe da casa pelo placar de 2x1. Os gols foram marcados por Henan e Rafhael Lucas, para o Vila, e por Victor Rangel, para o Santa. A partida marcou a estreia de Márcio Fernandes no comando técnico do Tigre. Ele chegou na última quarta-feira, 16, para assumir no lugar de Bolívar.

 

Com a vitória, o Tigrão tem agora 3 pontos na tabela e ocupa, momentaneamente, a segunda posição do Grupo C, atrás do Ituano, que ainda joga na segunda-feira, 21. O próximo confronto do Colorado será diante do Brusque, fora de casa, no Estádio Augusto Bauer, dia 26, sábado pós-Natal, às 21h.

 

O jogo

 

O jogo começou movimentado. Aos 3 minutos, Alan tentou o chute da entrada da área, a bola explodiu na defesa e sobrou com Henan dentro da área, de forma legal. Mas a arbitragem viu impedimento e paralisou a jogada. Aos 7 minutos, Dudu acionou Henan pela intermediária direita, ele tentou o chute e parou nas mãos de Maycon Cleiton. Aos 12 minutos, Adalberto viu o goleiro adiantado e arriscou do meio da rua; a bola passou bem perto da meta do Santa Cruz. Aos 24 minutos, Alan recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Henan completar de cabeça para dentro das redes e abrir o placar para o Tigre, superior na partida. No final da primeira etapa, o time da casa tentou imprimir mais intensidade no jogo, mas sem eficiência.

 

O segundo tempo começou intenso como o primeiro. A primeira oportunidade do Tigre foi aos 7 minutos, com Henan tentando finalizar de cabeça a meia altura. No intervalo, Márcio Fernandes foi forçado a promover a primeira alteração na equipe: Alan Mineiro sentiu a panturrilha e foi substituído por Pedro Bambu. A partir dos 10 minutos, o Santa Cruz imprimiu maior ritmo de jogo e teve chances de empatar na bola aérea. Aos 21 minutos, Pablo Roberto desceu em velocidade pela esquerda e tentou o chute cruzado, mas Maycon Cleiton estava ligado e fez a defesa. Aos 27, Bambu fez ótimo cruzamento da direita, na sobra da bola, Talles acertou o chute e obrigou o goleiro a fazer um milagre e mandar a escanteio. Aos 31, mais uma substituição forçada: Henan sentiu o cansaço do jogo e deu lugar a Rafhael Lucas. Aos 32, a zagueiro André, do Santa Cruz, falhou e a bola sobrou no pé de Rafhael, que chutou e ampliou o marcador para o Tigre. Aos 34, Victor Rangel descontou de cabeça para o time da casa.

 

Ficha técnica

 

Santa Cruz 1x2 Vila Nova

Dia: 19/12

Horário: 17h

Local: Estádio do Arruda, Recife

 

Árbitro: Dyorgenes José Padovani de Andrade (ES)

Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Katiuscia Berger Mendonça (ES)

 

Gols: Henan (24’1T) e Rafhael Lucas (32’2T), Victor Rangel (34’2T)

 

Cartões amarelos: Toty, Yuri, Mário Henrique, Chiquinho, Dudu

Cartões vermelhos:

 

Santa Cruz: Maycon Cleiton; Toty, William Alves, Danny Moraes e Leonan; Bileu (André), Chiquinho e Tinga (Jaderson); Didira (Caio Mancha), Lourenço (Victor Rangel) e Pipico

 

Técnico: Marcelo Martelotte

 

Vila Nova: Fabrício; Celsinho, Adalberto, Rafael Donato e Mário Henrique; Yuri, Dudu e Pablo Roberto (Jonh Lennon); Alan Mineiro (Pedro Bambu) (Biancucchi), Talles e Henan (Rafhael Lucas)

 

Técnico: Márcio Fernandes

Núbia Alves, da Assessoria de Imprensa VNFC