TRICAMPEÃO BRASILEIRO: Vila Nova bate Remo e conquista pela terceira vez o Brasileirão Série C

Postado em: 30/01/2021 às 18:54

TRICAMPEÃO BRASILEIRO: Vila Nova bate Remo e conquista pela terceira vez o Brasileirão Série C
(Foto: Douglas Monteiro/ Vila Nova F.C.)

TRICAMPEÃO BRASILEIRO: Vila Nova bate Remo e conquista pela terceira vez o Brasileirão Série C

 

O Vila Nova foi até o Estádio Mangueirão, em Belém, enfrentar o Remo na segunda partida da grande final da Série C e conquistou o tricampeonato ao bater a equipe da casa pelo placar de 3x2. No jogo de ida, em Goiânia, o Tigrão aplicou elástica goleada por 5x1 e tinha a vantagem no jogo da volta.

 

O Remo saiu na frente, com Felipe Gedoz, logo aos 6 minutos de jogo. O Vila empatou com Alan Mineiro, aos 9. Aos 35, Lucas Siqueira colocou os remistas de novo na frente e aos 40 Pablo deixou tudo igual. O gol da vitória veio do próprio Remo, Mímica marcou contra. Com o título, o Vila Nova se tornou o maior campeão desta divisão nacional, levantou a taça em 1996, de forma invicta, e em 2015.

 

 

O jogo

 

O Remo começou propondo o jogo e aos 6 minutos abriu o placar, com Felipe Gedoz. Aos 9 minutos, no entanto, Alan Mineiro chutou de fora da área e deixou tudo igual na partida. A partir daí, o Vila Nova tomou as ações do jogo. Aos 19 minutos, após cobrança de escanteio, Henan carimbou a trave e quase ampliou o placar. Aos 22 minutos, Alan fez tabelinha com Alan e quase marcou de novo. Aos 33, contra ataque veloz, Gilsinho alcançou pela esquerda, mas acabou chutando para cima do gol. Aos 35, gol do Remo, após bate e rebate na área na cobrança de falta, Lucas Siqueira colocou o time da casa às frente do placar novamente. Aos 40 minutos, Henan chutou, a bola pegou na trave e voltou para os pés dele. Na sobra, Pablo completou de carrinho e empatou.

 

O segundo tempo começou com domínio do Remo, que acertou um chute resvalando a trave do goleiro Fabrício, logo aos 4 minutos. Com o desenrolar, o Tigre passou a jogar melhor. Aos 13 minutos, Bambu tentou chute cruzado de fora da área, com perigo. Aos 20 minutos, tabelinha de Alan Mineiro e Dudu, o volante chutou forte de fora da área, mas o goleiro Vinícius defendeu. O gol da vitória saiu aos 42 do segundo tempo, com Mímica, contra, após cruzamento de Bambu.

 

 

Ficha técnica

Remo 2x3 Vila Nova - Final (volta) da Série C 2020

Data: 30 de janeiro de 2021

Horário: 17h

Local: Estádio Mangueirão; Belém (PA)

 

Árbitro: Ramón Abatti Abel (SC)

Auxiliares: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

 

Gols: Felipe Gedoz (6’ do 1º tempo) (REM); Alan Mineiro (9’ do 1º tempo) (VIL); Lucas Siqueira (35' do 1º tempo) (REM); Pablo (40' do 1º tempo)

 

Cartões Amarelos: Rafael Donato, Tcharlles, Charles, Adalberto, Yuri

Cartões vermelhos:

 

Remo: Vinicius; Ricardo Luz, Mimica, Gilberto Alemão e Dioguinho (Ronald); Lucas Siqueira, Charles (Eduardo Ramos) e Felipe Gedoz; Augusto (Carlos Alberto), Salatiel e Tcharlles

 

Técnico: João Nasser Neto (interino)

 

Vila Nova: Fabrício, Celsinho (Jonh Lennon), Rafael Donato, Adalberto e Willian Formiga; Yuri, Pablo (Pedro Bambu), Dudu e Alan Mineiro; Gilsinho e Henan

 

Técnico: Márcio Fernandes

 

Núbia Alves, da Assessoria de Imprensa VNFC.