Vila Nova faz 2 a 1 e vence Vasco no Mané Garrincha

Postado em: 19/08/2014 às 23:46 - Modificado em 20/08/2014 às 14:24


Muito se esperava do duelo entre Vila Nova e Vasco, e os objetivos do colorado superaram qualquer tentativa do adversário de alcançar a liderança da Série B. Na noite desta terça-feira (19/8), o desejo de embalar uma sequência positiva falou mais alto e o Tigrão venceu a equipe carioca por 2 a 1, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Com raça e o coração praticamente batendo na ponta da chuteira, o time vilanovense confirmou sua segunda vitória seguida na competição. É cada vez mais evidente o poder de reação da equipe colorada que, com este importante resultado, alcançou 11 pontos. Agora é uma questão de tempo o passo a passo até deixar a zona do rebaixamento. Enquanto isso, o Vasco permanece na vice-liderança.

A batalha continua no próximo sábado (23/8). Às 21h, o Vila Nova visita o ABC, no estádio Frasqueirão, partida válida pela 18ª rodada. Já o Vasco enfrenta o Icasa, na sexta-feira.

O jogo
Jheimy chamou para si a responsabilidade do jogo logo nos primeiros minutos. Depois de algumas tentativas frustradas de chegar ao ataque, o artilheiro colorado conseguiu seu objetivo. Aos sete minutos, Junior Xuxa acertou a trave e, no rebote, Jheimy abriu o placar: 1 a 0.

Com vinte minutos de bola rolando, o Tigrão continuou ofensivo. De fora da área, Radamés cruzou na área para Junior Xuxa. O meia chegou a receber o lançamento frente a frente com o goleiro, mas acabou desarmado por Douglas Silva. Dois minutos mais tarde, Radamés arriscou de fora, forçando o arqueiro a fazer boa defesa.

O Vasco também teve seus bons momentos no jogo. Aos 31, Douglas Silva recebeu um cruzamento e cabeceou rumo ao gol, mas o goleiro Cleber estava atento ao lance e evitou o empate. Junior Xuxa não desistiu de deixar sua marca. Os ponteiros já apontavam 40 minutos quando o meia recebeu a bola de Leo Rodrigues, pegou de primeira e partiu para o abraço: 2 a 0.

Mesmo na reta final do primeiro tempo, o colorado buscava o terceiro gol. Jheimy teve uma boa chance de marcar de cabeça, mas mandou pela linha de fundo. Já nos acréscimos, o Vasco marcou o seu com Carlos Cesar. O lateral chutou direto para o gol, mas a bola acabou desviando em Gabriel e confundindo o goleiro Cleber: 2 a 1.

O Vila Nova voltou para o segundo tempo consciente da necessidade de segurar a vantagem. Mais fechado, o time de Márcio Azevedo tentou o terceiro gol em um contra-ataque. Aos 15, Jheimy chutou de fora da área, mas Diogo Silva defendeu.

A resposta veio pouco tempo depois, com a bola de Montoya parando nas mãos de Cleber. Em outra chance, o Vasco tentou com Rafael Silva, sem sucesso. Era mesmo dia da torcida colorada comemorar mais uma vitória. Mesmo com cinco minutos de acréscimos, o Tigrão garantiu a vitória por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA: Cleber; Leo Rodrigues, Gabriel, Gustavo e Christiano; Jeferson, Radamés, Felipe Macena e Junior Xuxa (Nenê Bonilha); Paulinho (Matheus Anderson) e Jheimy.
Técnico: Márcio Azevedo

VASCO: Diogo Silva; Carlos Cesar (Aranda), Luan, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Fabrício, Douglas e Guilherme Biteco (Montoya); Kleber e Edmílson (Rafael Silva).
Técnico: Adilson Batista

Local: estádio Mané Garrincha, em Brasília. Data: 19 de agosto, terça-feira. Horário: 21h50. Árbitro: Marcos Mateus Pereira (MS). Assistentes: Sergio Alexandre da Silva (MS) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS). Cartões amarelos: Felipe Macena, Paulinho , Junior Xuxa e Gabriel (Vila Nova); Guiñazu, Kleber (Vasco). Gols: Jheimy (7' do 1º tempo) e Junior Xuxa (40' do 1º tempo), a favor do Vila Nova; Carlos Cesar (46' do 1º tempo), a favor do Vasco