Postado em: 29/07/2021 às 07h49

78 anos de raça e paixão

Em uma história de luta, o Vila Nova Futebol Clube completa aniversário neste 29 de julho

Publicado por Matheus Alves, da Assessoria de Imprensa VNFC

78 anos de raça e paixão
Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova F.C.

São 78 de história. E quanta história. No dia 29 de julho de 1943, surgia o Vila Nova Futebol Clube. Sob os comandos de um coronel, um padre e a então primeira-dama, conhecida como a mãe dos pobres, o Tigrão aparecia para o cenário do futebol goiano e até hoje é exemplo histórico de afeto, fé e espírito popular, características marcantes de seus fundadores.

E o 78, idade completada hoje pelo colorado, é um número importante para o contexto do Vila. Afinal, em 1978, o clube caminhava para a sua segunda estrela do que seria o tetracampeonato goiano - entre 1977 e 1980. E não podia dar errado. Aquele plantel histórico era formado por jogadores identificados com o Tigre, como Zé Luís, Tulica e Sérgio Luiz. Além disso, na época vieram três atletas de peso do então vice-campeão brasileiro, o único invicto até os dias atuais, Atlético Mineiro. Modesto, Danival e Paulinho chegaram à Goiânia com status de craque e foram decisivos para aquele ano histórico. Foi inclusive pelos pés de Danival o gol na final por 1 a 0 sobre o arquirrival Goiás.

Em 1943 na fundação, no ano importante de 1978 ou atualmentes, somos forjados de muita luta e de um sentimento verdadeiro. Somos Vila Nova, raça e paixão, e somente nós sabemos o que isso representa. Seguimos, lado a lado, escrevendo mais capítulos dessa honrosa história que hoje completa 78 anos.

Parabéns, Tigrão!

#Vila78Anos

Compartilhe

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir